Quanto custa abrir uma empresa em 2021?

Você sabe quanto custa abrir uma empresa em 2021?

Pode parecer um negócio até mesmo arriscado, abrir sua empresa em meio a uma crise econômica e pandemia, não é mesmo?

Porém, caso seja feito da maneira correta, é possível abrir a sua empresa e ainda obter bons lucros, no ano seguinte!

No entanto, para isso, é importante ter um bom gerenciamento das finanças de sua empresa.

Portanto, caso tenha ficado interessado, continue lendo esse conteúdo para descobrir quais são os principais custos para abrir uma empresa!

 

Quanto custa abrir empresa: os gastos mensais para manter seu negócio funcionando 

Sem dúvida, a pandemia causada pelo Covid-19 esse ano, fez com que o mundo se desacelerando.

Forçando diversas pessoas a pararem de trabalhar ou até mesmo desistirem de abrir os seus próprios negócios.

Inúmeros foram os prejuízos para a economia do país.

 E então, com o ano chegando ao fim, muitas pessoas se perguntam como vai estar o mercado em 2021, e quais vão ser os custos para abrir uma empresa. 

Bem, caso você já tenha a ideia no papel e esteja planejando colocar em prática, mas, ainda sente-se um pouco inseguro com relação ao cenário atual, saiba que não precisa, mais uma vez, desistir de seus objetivos!

Pois, é em meio a cenários como estes que diversos negócios são criados.

Podemos citar como exemplo startup que emergiram durante a recessão que perdurou de 2007 a 2009, incluindo a plataforma Airbnb e o próprio Uber.

Além da Microsoft, fundada em 1975, um ano após o término da crise do petróleo.

Ou seja, mesmo diante desse cenário, é possível abrir o seu negócio e obter lucros, aliás, é uma boa oportunidade para isso.

No entanto, é preciso planejar bem as finanças da sua empresa, para não acabar tendo nenhum tipo de prejuízo.

Afinal, a falta de planejamento financeiro é uma das principais causas do fechamento de várias empresas.

Por isso é importante ter em mente quais são os principais custos para montar um planejamento financeiro de acordo com a sua realidade.

Assim sendo, confira a seguir quais são os principais custos para abrir uma empresa! 

1. Salários dos colaboradores e pró-labore: 

Se na sua empresa você pretende contratar funcionários, então saiba que será preciso pagar o salário deles.

Mas, não somente isso, é preciso também acrescentar os custos com as taxas, 13º salários férias remuneradas, tributos, etc…

Os pró-labores tanto do proprietário quanto dos sócios também devem ser incluídos. Geralmente o capital necessário fica em torno de R$ 3.000,00. 

2. Serviços básicos: 

Os serviços básicos são aqueles considerados necessários para uma empresa continuar funcionando, como por exemplo: 

  •   Telefone – R$ 50,00;
  •   Internet – R$ 150,00;
  •   Água – R$ 150,00;
  •   Luz – R$ 200,00;
  •   Etc…

Ou seja, esses são os serviços mensais mais básicos que mantém uma empresa funcionando, e o preço tende a variar de acordo com o porte da sua empresa. 

3. Limpeza: 

Mesmo as empresas de pequeno porte precisam contar com um serviço de limpeza regularmente. E, além da contratação de um profissional, tem também o gasto com os produtos. Então, podemos supor que tudo fica em torno de, mais ou menos, R$ 200,00. 

4. Compra e manutenção de materiais: 

Embora não seja um gasto fixo, a compra e manutenção de materiais e utensílios também devem ser levadas em consideração na gestão de finanças de sua empresa.

Os móveis e máquinas também estão inclusos, afinal, pode ser que haja a necessidade de substitui-los ou reforma-los. 

5. Aluguel e condomínio:

Um dos gastos fixos na gestão de uma empesa e que pode causar algumas dores de cabeça a é o preço do aluguel e condomínio de sua empresa.

Pois, os valores costumam ser altos e podem consumir uma boa parte do seu faturamento, dependendo do local. Um mais barato, por exemplo, pode ficar em torno de R$ 900,00. 

6. Contador:

Contratar os serviços de um contador é importante para colocar todas as suas finanças em dia e evitar certos prejuízos.

No entanto, esse serviço também se enquadra dentro dos gastos mensais, pois, é essencial para qualquer empresa, independente do seu porte.

 

7. Impostos, taxas e tributos:

Não esqueça também dos impostos, taxas e tributos que a sua empresa deverá pagar de acordo com o seu porte.

E, além disso, também há as taxas bancárias e juros, tais como financiamentos, equipamentos (máquinas de cartão, por exemplo) e seguros.

 

Conclusão

Em suma, o quanto custa abrir uma empresa em 2021 pode variar de acordo com o porte de sua empresa.

Caso seja uma empresa de porte pequeno e que não tenha funcionários contratados, então os custos serão menores.

Todavia, caso ainda esteja em dúvida se deve ou não abrir o seu próprio negócio, saiba que pode ser uma boa oportunidade para começar a empreender.

Basta planejar-se financeiramente de forma adequada, para evitar prejuízos e dores de cabeça!

Por fim, ainda possui alguma dúvida? Ou gostaria de acrescentar a sua opinião? Então, não esqueça de deixar o seu comentário!


Adicione seu Comentário